terça-feira, 23 de julho de 2013

101 - Ainda mais Sardinhada

A rapaziada tem andado a esforçar-se, saindo do remanso.
Acaba de chegar à redacção mais uma reportagem, desta vez do camarada António Vilela.
Com fotos, algumas muito bem apanhadas.
Desfrutem.
 
 
 
 
 
 Este otário estava a ver o quê ?
 Bençãos do Neca
 
 Há coisas, por muito boas que sejam, é preciso saber tratá-las. 
 
Pois é assim a vida dos Melros. Muitas reportagens é que são precisas. Saiam do remanso seus calaceiros. Mandem coisas. A redacção espera.

quarta-feira, 17 de julho de 2013

100 - Ainda o dia da Sardinhada

Entusiasmaram-se alguns Melros e enviaram-me fotos. A galeria está aí em baixo. Alguns nem são Gondomarenses, que eu saiba, mas para o caso não interessa nada.
As imagens são do Fernando Súcio, do Santos Oliveira, do Teixeira Presidente Bandalho, do Zé de Catió e de um anónimo.
Chapéu Coreano do Zé de Catió. Foto de Súcio.
O Lobo aprontando uma...
A melhor foto do ano.
As Costelinhas do Portojo
(sem cremalheiras)
Preparação da foto para o cartaz eleitoral. O tema mudou para
O Mais Lindo
O Santos Oliveira e a sua micro-Câmera. 
Merecem louvores os modelos pela a paciência com que esperaram para aquela coisa funcionar.
O Neca sempre desafiador. Só o Silva aguenta
Mais um adeus à Sony DSC-V3. Fim de citação

Lamento que tantos escritores e fotógrafos Melros Gondomarenses não se dignem enviar umas palavras nem uma foto.
Incluo acima de todos o Barbosa Grande que até tem uma tabelete que fotografa ao contrário. Sempre a candidatar-se a altos postos, mas na sombra.
Esse nem precisa de fazer, é só meter aqui. O espaço está aberto. Como devem ser todos que dizem respeito à Tabanca dos Melros - os Ecus.
Claro que há outros que têm de perguntar aos netos, sobrinhos, afilhados, etc. como se faz. Mas são os eternos cinzentos. Como as últimas fotos da Sony.

domingo, 14 de julho de 2013

99 - A Sardinhada

Lindo o Choupal, todo florido, um prazer ao olhar. Lantanas, Rosas e outras flores, bravias ou não, nos arrasam quando chegamos à entrada do espaço do Restaurante Velho.
 
 
É sempre assim nesta época que até vai meio adiantada para a glorificação das flores. Uma pena as hortências azuis estarem já um pouco queimadas.
 O pessoal foi chegando. 
 Caras novas foram-se apresentando
A ramada do Restaurante Velho está linda. Cheiinha de cachos prontos a amadurecer. 
 As belas chouriças-morcelas do Gil estão prontas para grelhar.
 E a bendita Costela já está nas brasas. Os aparelhos dentários começam a tremer...
Uma romaria junto ao espólio do Museu. Novidades que só o Bateira arranja. Mas onde vai ele buscar tanto espólio ?
O CMDT em Chefe Barbosa cheio de vaidoso, foi buscar um "kiko" para meter no nosso sentinela. O Neca dá aquele jeito como só ele é capaz em fardar bem um manequim.
Esqueci de fotografar as novas peças Museológicas. O Museu pronto e arrumado e o Bateira feliz.
Retardatários ? 
 Mais retardatários ?
 Tudo nas calmas, o local da operação bem definido.
Mas não chegou. Quem diria...
 A herança de um ex-camarada falecido há pouco.
O Bateira é o fiel depositário. No próximo mês, as notas vão estar plastificadas para que possam ser apreciadas como merecem, sem serem destruídas. Obrigado Bateira pelo teu carinho ao Museu.
 Muita serenidade e concentração antes da ordem de atacar.
Tudo a postos e eis que é dada a ordem para começar a operação.
É para arrasar, camaradas
 Vamos a eles...
E que não sobre nada... 
Em quanto isso... as Tolinhas já estavam na brasa, 
felizes e contentes a espalhar aromas pela Tabanca
O primeiro inimigo estava a ser desbaratado.
 Ponderado, o Presidente Bandalho vai ver como a operação está a correr.
Adivinhem a quem tocou este ronco...
Salada de Bacalhau com balas... Ciclistas com atum au vinagret... Pataniscas de farinha embrulhada...Salgadinhos au point... Morcela... e uma amostra de Costela. 
Foi tudo na caminheta, empurradas por aquele branco especial do Choupal. 
Mai'nada e prontos. 
 Mais retardatários.
E depois queixam-se 
 Uma pausa e momentos para reflectir.
 Muito reflectir só faz bem
O local da operação teve de ser ampliado.
Salvaram-nos as pedras assentórias e amesentórias romanas. Isto de se registarem 20 voluntários, o Gil contar com 30 e aparecerem 40 não é digno de Combatentes esfomeados.  
À Mesa Romana chegou um reforço.
A Ordem veio do Bateira. produto da sua quinta apresentado pelo Neca.
Mas teria de esperar para o final da operação. 
 A ordem do segundo ataque chegou finalmente.
 E foi um regalo ver as tolinhas a brilhar. 
 O Chefe manequim fardado segue atentamente o evoluir da operação

 Comer tolinhas de garfo ????
 Mas gente esquisita é outra loiça.
Bacalhau de palmo de alto para o camarada Jorge


 Algum fuminho, faz lembrar outros tempos.
Mas com outro cheiro



 Na mesa de comando romana parece tudo satisfeito

Conhecemos mais um Vigário. este é da Maia. Chegou atrasado pois desconhecia o local da operação e andou perdido por montes e vales. Quási não chegava o rancho para ele. Valeram-lhe umas fêveras grelhadas à pressão.
Como prémio pela bem sucedida operação, os finalmentes de um Caldo Verde que em vez de tora tinha presunto. E esta hemmm!!!!!
 Regressou a serenidade após o combate.
 O comando obsequiou as tropas com mais finalmentes.
 Doce da casa gelado. Ora toma
 A Maçã assada à Melros. Para arrasar...
E este prémio foi para....
Seguiu-se a reportagem para a escolha de cartazes dos candidatos
à próxima campanha eleitoral.
Portojo, Lema: Um Café e um Bagaço do Bateira
Barbosa, Lema: Vermelho por dentro castanho por fora
 David, Lema: Azul e Branco sempre
Silva de Catió: Lema, a máquina avariou de novo 
E foi aqui que tudo começou...
O Carlos Silva deixou uma mensagem: a próxima operação será de sua responsabilidade. Portanto em Agosto ele estará cá, após merecidas e retemperadoras férias no Algarve. E mais, essa operação será para organizar a outra a seguir, em Setembro, chamada como nos anos anteriores OPERAÇÃO DE ARRASAR.
Como Rio Tinto não se candidatou, a ver vamos como vai ser. Mas não restarão dúvidas que será uma beleza como as anteriores.
Arrasaremos tudo o que vier...