sábado, 12 de outubro de 2013

104 - Os Melros no Choupal e a Vitela na Travessa

Blablabla, foi sábado nos Melros, blablabla, ainda cheirava a mosto, blablabla.
Talvez o cheiro que ainda pairava no ar mandasse na ciática de cada um. 
E da ciática cada um toma a que quer. A minha tem de ser loirinha. Manias... 
O Outono ainda não chegou às Lantanas que deixam as suas cores vivas pelo Choupal
Os Melros e outros pardalitos afins vão chegando. 
O David começa a contar os segundos. A Loirinha dele nunca mais chega.
Hora do primeiro ataque e é vê-los a empanturrarem-se. 
O Chispe e as Favas deixaram marcas.  

 Há pedras e pedras. Esta é linda para distribuir como lembrança.
Hora da comezaina e acabou o rolo.  
 Só para amigos que gostam de uma boa pomada oriunda de Trás-os-Montes. Ou será do Alto Douro ?
 Há quem não goste...
 ...Mas que gosta de sentir o seu cheiro mesmo à distância
Infelizmente tudo que é bom também acaba... 
 Agora é a hora da dolorosa apresentada pelo Gil.
Mas há muito tempo para mais umas conversetas
Despeço-me com amizade até ao S. Martinho. No Choupal.