segunda-feira, 15 de agosto de 2016

139 - 13 de Agosto, foi um ar que lhe deu

Fez precisamente no dia 11, 9 anos que fiz a foto abaixo. Não teve nada a ver com a Tabanca porque não existia, mas não me lembro porque nesse dia estive no Choupal. Fica a recordação para o Mestre Gil.  
Agora é a história do dia de sábado, que é a razão de estarmos aqui.
As videiras da Quinta estão lindas, carregadas e já bem pintadas. 
Em 10 de Setembro estarão quase no ponto para as vindimas.
A tradicção continua a ser o que era. Jorge Portojo e David Guimarães no ataque às loirinhas.
Os Melros foram-se chegando comandados pelo F. Súcio que retornou ao nosso convívio.
Convivendo à sombra da ramada 
Fazendo horas para as Entradas
O Carlos Costa deu-nos o prazer da sua companhia.
E o José Moreira trazido pelo Zé Catió, também.
Chegou a hora das Entradas
E depois tocou ao Rancho verdadeiro
Só que é preciso aguardar


O Súcio durante a reportagem

Com paciência, o Jerónimo e Esposa aguardam.
Depois de bem aviados tivemos o prazer de ouvir o Carlos Costa interpretando algum do seu vasto repertório.
E assim aconteceu no sábado, na nossa Tabanca.
Promete o Bateira para a reunião de Setembro um grande ronco. Façam as marcações desde já. E até lá, um abraço para todos os Tabanqueiros de Portugal.