segunda-feira, 14 de maio de 2012

P76 - 12.05.2012 - Mas que grande festa

Finalmente chegou o calor, pelo menos no sábado e os Melros abriram as asas e refrescaram-se até dar c'o  pau
 Para aperitivar, o camarada Gil destinou-nos o hangar 1, o que foi uma grande ideia.
 Tão entretidos a colocar a converseta em dia, esquecemo-nos da hora do rancho
Passamos ao hangar 3, que depressa ficou arrumado. E nada como um creme de legumes para acalmar.
 O Chefe da Tabanca, Carlos Silva, deu-nos a habitual música introdutória.
 Para recordar e mostrar aos netos, diz o Neca, posando com a Giselda
 O Carlos tentou experimentar a nova arma capturada ao IN, só para ver se funcionava, mas alguém lhe deitou a mão a tempo. Jaz agora, a arma, claro, no Museu da Tabanca.
 Uma parte da nossa Biblioteca.
 Neca e Santos Oliveira devem ter partido conversa até ao escurecer.
 Para lá ficaram abandonados.

 A tarde esteve boa, muito boa e a conversa durou até às tantas.
 O Carmelita contribui com a sua operacionalidade fotográfica
 Rastejantes ou aéreas, valeu tudo

 Ele há cada um. Ou melhor dizendo, cada foto...


E assim foi mais um sábado dos Melros. Horas de convívio, que a rapaziada não tem pressa.

video
Um inédito e precioso documento, principalmente pelo som encantador que foi registado.

Sem comentários:

Enviar um comentário